Programa Plante Árvore

O Programa Plante Árvore é uma ação do IBF, voltada à restauração florestal de mata nativa em áreas degradadas, dentro dos limites do bioma Mata Atlântica e Cerrado. O programa consiste no cadastro de proprietários rurais que tenham em suas propriedades áreas a serem restauradas ou áreas de mata ciliar que devem ser refeitas.

Dessa forma, realiza-se a convergência entre empresas que tenham interesse ou necessidade de fomentar o plantio de árvores nativas, financiando-as, e proprietários rurais cadastrados que tenham demanda de restauração (sendo estes os responsáveis pela locação de mão de obra das atividades técnicas de plantio). A adesão ao programa se dá de forma voluntária por ambas as partes.

O IBF se encarrega da coleta das sementes, cultivo das mudas e escolha da área para o plantio, e ainda se compromete em oferecer toda a orientação necessária para o preparo do solo, plantio e manutenção das árvores durante o período de dois anos.

O restauro florestal é projetado levando-se em conta critérios de máxima diversidade de espécies e respeitando as características do ecossistema local. Sempre é plantado um mix de diferentes espécies nativas, respeitando critérios da dinâmica de sucessão ecológica e condições específicas do local escolhido, visando restaurar a vegetação nativa da área ao mais próximo possível de sua condição original.

Assim sendo, a empresa parceria torna-se responsável pelo plantio de uma floresta, com manutenção regular até seu pleno desenvolvimento, e que pode ser também monitorada através dos relatórios e visitas agendadas.

Objetivos:

  • Recuperar trechos de mata degradados através do plantio de espécies florestais nativas em áreas de preservação permanente (APP), reservas legais (RL) e fragmentos de matas;
  • Maximizar a biodiversidade das áreas restauradas por meio da criação de corredores ecológicos ao longo da floresta;
  • Melhorar a capacidade hídrica dos rios e nascentes, controlando a erosão do solo e reduzindo o assoreamento dos rios;
  • Auxiliar produtores rurais no restauro florestal de suas áreas, contribuindo para a regularização da propriedade junto ao órgão licenciador estadual e a averbação junto ao registro de imóveis competente;
  • Auxiliar pessoas físicas e jurídicas na realização de projetos voluntários de reflorestamento, voltados também na compensação de emissões de gases de efeito estufa;
  • Certificar essas ações através da concessão do Selo e Certificado, atribuindo uma imagem positiva às empresas junto à sociedade, fornecedores, funcionários e ao mercado..

 

Compensação e Neutralização de emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE)

O foco do Programa Plante Árvore é promover a operacionalização do plantio de árvores nativas e não a prestação do serviço de inventariado de emissões.

Quantificar as emissões, a partir da elaboração de um Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), é o primeiro passo para uma empresa avaliar a forma como suas ações impactam o meio ambiente. É possível, a partir de então, definir estratégias de compensação, ou até mesmo de neutralização dessas ações. Neste contexto, a empresa pode neutralizar parte (escopo) das emissões conforme a sua disponibilidade.

Dependendo da especificidades do estudo, o IBF pode auxiliar os parceiros no processo de cálculo por meio da metodologia GHG Protocol (The Greenhouse Gas Protocol – A Corporate Accounting and Reporting Standard). Trata-se de uma ferramenta utilizada para entender, quantificar e gerenciar emissões de GEE, sendo hoje a metodologia mais utilizada mundialmente pelas empresas e governos na elaboração de inventários. É também compatível com a norma ISO 14.064 e com as metodologias de quantificação do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC).