Planejamento para tornar-se parceiro e fomentar o plantio de árvores nativas

A parceria de fomento para plantio de árvores nativas por meio do Programa Plante Árvore requere análise e planejamento, uma vez que envolve um universo técnico e que possui variáveis específicas.

obrigações das partes - plante árvore

Para que o processo de restauração seja possível, faz-se necessário o alinhamento de 3 partes distintas, sendo:

  • Empresa parceira/financiadora, responsável pelo fomento das mudas;
  • Proprietário rural cadastrado, responsável pela disponibilização de área para plantio e disponibilização de mão de obra para realização das atividades técnicas, além das verificações de logística;
  • IBF,  responsável por intermediar toda ação, além da produção e fornecimento das mudas e também do aporte técnico da restauração.

fluxograma plante Árvore 2
O plantio de mudas nativas é projetado levando-se em conta critérios de máxima diversidade de espécies e respeitando as características do ecossistema local. Sempre é plantado um mix de diferentes espécies nativas, respeitando critérios da dinâmica de sucessão ecológica e condições específicas do local escolhido, visando restaurar a vegetação nativa da área ao mais próximo possível de sua condição original.

 
Planejamento: Análise de variáveis para a definição do plantio

Quantidade de mudas:
A quantidade de mudas a ser plantada é determinada pela empresa parceira, seja para realizar a neutralização total ou parcial de emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE), assim como ações de plantios voltadas a ações pontuais junto aos stakeholders.

Devido as atividades técnicas operacionais e também sobre os períodos de plantio, não se é possível realizar o plantio conforme demandas mensais. Assim, há indicação de que haja um “acúmulo” de mudas e que o pedido seja realizado com um número maior de mudas, uma vez que a tabela de investimento é progressiva, ou seja, quanto maior for a demanda, menor o investimento unitário.

Local de plantio:
A quantidade de mudas a ser plantada interfere diretamente no processo de escolha e determinação do local de plantio.

Por ter dimensões continentais, o processo logístico das mudas pode se tornar oneroso, inviabilizando o fomento de mudas. Assim, antes mesmo de se iniciar a prospecção de local de plantio, faz-se necessário a determinação da quantidade de mudas.

Negociações com o proprietário rural:
Após a seleção de algumas potenciais áreas, conforme as necessidades da empresa parceira financiadora, o Instituto entra em contato com os proprietários rurais para elencar alguns pontos, como:

  • Manutenção do interesse no recebimento das mudas, uma vez que o cadastro está ativo desde 2009;
  • Período necessário para que a área esteja apta ao plantio;
  • Disponibilidade de mão de obra para realização das atividades técnicas de plantio e manutenção;
  • Confirmação quanto ao tamanho da área para realização do plantio;
  • Negociações quanto ao porte das mudas;
  • Verificações quanto a logística.

Após análise de todos os processos para o plantio e escolha por parte da empresa parceira financiadora, é celebrado um Contrato de Parceria para Preservação Florestal junto com o proprietário rural.

Cadastro de Empresas:
Seja parceiro do Programa Plante Árvore e fomente o plantio de árvores nativas.

Para informações adicionais, acesse: http://www.plantearvore.com.br/cadastro-de-empresas/

Benefícios do Plantio de Árvores Nativas

O foco do Programa Plante Árvore é realizar os alinhamentos necessários para fomentar o plantio de árvores nativas e consequente restauração florestal. Assim, elencamos abaixo os benefícios de se realizar o plantio:

Mudanças Climáticas:

  • Neutralização de Gases do Efeito Estufa (GEE);
  • Combate ao aquecimento global.

Água:

  • Melhoria da qualidade da água (balneabilidade e irrigação agrícola);
  • Aumento do fluxo (vazão);
  • Aumento no armazenamento dos lençóis freáticos;
  • Equilíbrio do ciclo, evitando enchentes;
  • Proteção da fauna aquática.

Solo:

  • Redução gradativa da erosão;
  • Redução da compactação;
  • Aumento da fertilidade;
  • Infiltração e retenção da água no solo;
  • Retenção de resíduos (fertilizantes e agrotóxicos);
  • Melhoria na ciclagem de nutrientes.

Microclima:

  • Melhoria nas condições de temperatura;
  • Diminuição da velocidade do vento;
  • Aumento da umidade relativa do ar.

Biodiversidade:

  • Condições de alimento, abrigo e água pra a fauna silvestre;
  • Corredor natural, garantindo o deslocamento, reprodução e variabilidade gênica da região;
  • Proteção da microfauna.

Econômico e legal:

  • Adequação as legislações vigentes sobre áreas de preservação.

Social:

  • Melhoria da qualidade e continuidade do abastecimento de água à população e gerações futuras;
  • Turismo ecológico;
  • Conscientização através da mobilização e da educação ambiental;
  • Difusão dos princípios agroecológicos.

Métricas – Saiba relacionar a quantidade de árvores, GEE compensado e área restaurada

Dentro da temática da restauração florestal e compensação de emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE), o Instituto Brasileiro de Florestas (IBF) trabalha com as seguintes indicações e métricas:

  • Indicação de plantios com espaçamento 3 m x 2 m. Assim, realiza-se o plantio de 1.666 mudas por hectare;
  • Para realizar a compensação de 1 tonelada de GEE, faz-se necessário o plantio de 7,14 árvores, que realizarão o processo de compensação em um período de 20 anos.

Adendo: Em termos de cálculo das emissões de GEE, a organização deve: Identificar fontes de emissão > Escolher a abordagem de cálculo > Coletar dados e escolher fatores de emissão > Aplicar ferramentas de cálculo > compilar dados no nível corporativo.

Em relação a métrica acima, podemos fazer a seguinte progressão:

relação de quantidade de mudas, gee compensado e área restaurada

Por meio do Programa Plante Árvore, o IBF está a disposição para realizar os devidos alinhamentos para realização de parcerias para fomentar o plantio de árvores. Seja parceiro e Plante Árvore!

Demanda de plantio de árvores no Brasil e o processo para realização de plantio

Inserido no contexto da crescente conscientização ambiental, o Instituto Brasileiro de Florestas (IBF) ratifica a necessidade na continuidade de atividades relacionadas ao desenvolvimento do setor ambiental e a realização de atividades que visam mitigar os danos causados em nossa natureza.

Neste contexto, vale-se citar que o governo brasileiro assumiu alguns compromissos florestais, que foram apresentados na 21ª Conferência das Partes (COP-21), realizado em Paris em dezembro de 2016:

  • Fortalecer o cumprimento do Código Florestal, em âmbito federal, estadual e municipal;
  • Fortalecer políticas e medidas com vistas a alcançar, na Amazônia brasileira, o desmatamento ilegal zero até 2030 e a compensação das emissões de gases de efeito de estufa provenientes da supressão legal da vegetação até 2030;
  • Restaurar e reflorestar 12 milhões de hectares de florestas até 2030, para múltiplos usos;
    Ampliar a escala de sistemas de manejo sustentável de florestas nativas, por meio de sistemas de georeferenciamento e rastreabilidade aplicáveis ao manejo de florestas nativas, com vistas a desestimular práticas ilegais e insustentáveis.

Fonte: http://redd.mma.gov.br/pt/noticias-principais/414-entenda-melhor-a-indc-do-brasil

Atividades necessárias para implantação do projeto de recuperação

O processo de restauração florestal não é um processo simples e demanda de várias atividades até o ato do plantio da muda.

De forma sintetizada, para cada projeto de recuperação de áreas, o IBF leva em consideração os seguintes aspectos:

descrição dos processos - plante Árvore

ECOS Turismo

A ECOS Turismo & Desenvolvimento é uma empresa graduada pelo projeto de incubadoras de empresas da ITEC, na Universidade Católica de Brasília. Atua desde 2003 nos segmentos de Turismo Empresarial, Turismo de Lazer e Universitário.

A empresa, preocupada com a sustentabilidade ambiental iniciou uma parceria com o Instituto Brasileiro de Florestas (IBF) por meio do Programa Plante Árvore.

O Programa Plante Árvore é uma ação do IBF, voltada à restauração florestal de mata nativa em áreas degradadas, dentro dos limites do bioma Mata Atlântica e Cerrado. O programa consiste no cadastro de proprietários rurais que tenham em suas propriedades áreas a serem restauradas ou áreas de mata ciliar que devem ser refeitas.

Dessa forma, realiza-se a convergência entre empresas que tenham interesse ou necessidade de fomentar o plantio de árvores nativas, financiando-as, e proprietários rurais cadastrados que tenham demanda de restauração, sendo estes os responsáveis pela realização do plantio. A adesão ao programa se dá de forma voluntária por ambas as partes.

Floresta da Ecos Turismo em números:

2016:

  • Local: Fazenda São José – Sales/SP
  • Quantidade: 500 mudas;
  • Gases do Efeito Estufa Compensados: 70 toneladas;
  • Área Recuperada: 3.000 m²

2017:

  • Local: Paraíso na Terra – Brazlândia/DF
  • Quantidade: 400 mudas;
  • Gases do Efeito Estufa Compensados: 56 toneladas;
  • Área Recuperada: 2.400 m²

TOTAL:

  • Quantidade: 900 mudas;
  • Gases do Efeito Estufa Compensados: 126 toneladas;
  • Área Recuperada: 5.400 m².

O Instituto sente-se orgulhoso em ter a ECOS Turismo como parceria desde 2016 e espera fomentar mais árvores por meio desta parceria.

Para informações adicionais da ECOS Turismo, acesse: https://ecos.tur.br/

IHS Markit e Plante Árvore

ihs-markit-logoDando continuidade às ações ambientais, por meio do Programa Plante Árvore, a IHS Markit renovou a parceria com o Instituto Brasileiro de Florestas (IBF), realizando a adoção de floresta localizada na cidade de Presidente Prudente/SP.

Entre os anos de 2012 e 2013, a IHS já havia fomentado o plantio de 1.090 mudas. Neste ano de 2016, a empresa adotou 2.355 árvores, totalizando 3.445 plantas.

A recorrente parceria demonstra o posicionamento da IHS Markit quanto a temática da sustentabilidade ambiental. Levando em consideração o pedido do ano de 2016, a empresa recuperou 14.130 m² (1,4 hectares) e neutralizou 329,8 toneladas de Gases do Efeito Estufa (GEE).

O IBF agradece e se sente orgulhoso pela parceria com a IHS Markit.

certificado-empresa-amiga-da-floresta-ihs-markit

Sobre a empresa:
A IHS Markit tem a fonte mais profunda de informações, análises e soluções para as maiores empresas, mercados financeiros e governos do mundo. As análises e os especialistas revelam interdependências em setores complexos para compreender verdadeiramente por que os fatos ocorrem. Ao visualizar o cenário geral e todas as conexões, insights são oferecidos aos clientes e uma perspectiva sobre o que realmente importa.

Ao conectar dados por meio de variáveis, os analistas e especialistas do setor da IHS Markit apresentam aos clientes uma visão altamente integrada do seu universo, o que é denominado de “A Nova Inteligência”.

Por meio da Nova Inteligência, a IHS Markit consegue isolar a causa e o efeito, o risco e a oportunidade de modo a capacitar os clientes a tomarem decisões bem embasadas e com mais confiança.

A IHS Markit possui parcerias com líderes em negócios, finanças e governos para que eles possam aplicar um pensamento mais aprofundado às tarefas diárias e questões estratégicas, oferecendo soluções e tornando-os mais eficientes, além de auxiliá-los a tomar decisões mais embasadas para garantir melhores resultados.

Clientes IHS Markit:

  • 24 das 25 maiores empresas de petróleo mundiais;
  • Todos os bancos mundiais de investimento;
  • 10 das maiores empresas automotivas do mundo;
  • 35 dos 50 maiores bancos dos EUA;
  • 46 dos 50 maiores gestores de ativos do mundo;
  • 94 das 100 maiores corporações dos EUA;
  • >85% das empresas da Fortune Global 500;
  • Todos os governos do G20.

Para informações adicionais, acesse: https://ihsmarkit.com/

Salvador Logística e Plante Árvore

salvador-logistica-logo

A Salvador Logística, localizada em Guararema (SP) em um complexo de 350 mil metros quadrados, oferece suporte logístico intermodal (rodoviário e marítimo) diferenciado para importação e exportação, e terminais multimodais (depots), localizados na matriz e no Polo Petroquímico de Camaçari, na BA.

A empresa é especializada no transporte de cargas, serviços dedicados, movimentação interna e armazenagem. Atende empresas dos setores: automotivo, higiene e limpeza, agroindústria, farmacêutico, químico e petroquímico e alimentício, eletroeletrônicos, entre outros.

Está sempre investindo em inovações tecnológicas. É ágil, moderna e comprometida com a qualidade no armazenado e entrega dos produtos dos seus clientes. Por isso, está sempre renovando a sua frota, investindo na qualificação da equipe e no desenvolvimento de projetos personalizados para atender as necessidades dos seus clientes.

Sua localização estratégica é um dos diferenciais da operadora. A Salvador Logística está localizada no eixo RJ-SP, na Rodovia Presidente Dutra: apenas 1h30 do Porto de Santos, a uma hora de São Paulo Capital/ABC e a seis horas do Rio de Janeiro.

Dentro da perspectiva de Responsabilidade Ambiental, a Salvador Logística firmou parceria com o Programa Plante Árvore no ano de 2016, adotando o plantio de 5.000 mudas realizado na cidade de Presidente Prudente/SP.

Neste contexto, a empresa compensou as emissões de 700,2 toneladas de Gases do Efeito Estufa e recuperou 3 hectares de área.

empresa-amiga-da-floresta-salvador

Para informações adicionais da empresa, acesse: http://salvadorlogistica.com.br

Camargo Corrêa

camargo.correa.logoA Camargo Corrêa S.A. é uma holding de capital fechado e controle familiar que mantém um portfólio de negócios diversificado, composto por empresas com atuação destacada nos setores de cimento, concessões de energia, de transporte e mobilidade urbana, engenharia e construção, incorporação imobiliária, têxtil e indústria naval. Sempre atenta às oportunidades que criem valor no longo prazo, a holding investe continuamente para tornar seus negócios ainda mais eficientes e rentáveis, criando valor para acionistas, profissionais, parceiros de negócios e comunidades onde suas unidades estão localizadas.

As empresas da holding Camargo Corrêa encerraram o ano de 2015 com operações em 16 países e cerca de 27 mil profissionais.

Atenta às questões de sustentabilidade, a empresa tornou-se parceira no Programa Plante Árvore, fomentando o plantio de mudas nativas voltadas a restauração florestal na cidade de Presidente Prudente/SP.

Quantidade de mudas: 3.742
Gases do Efeito Estufa (GEE) compensado: 524 ton.
Área restaurada: 22.452 m² (2,24 ha)

Empresa Amiga da Floresta - Camargo Corrêa

Para informações adicionais, acesse: http://www.camargocorrea.com.br